Páginas

23 de agosto de 2011

Cultivando alegrias

Você já tentou cultivar alegrias? Espero que esse post te ajude a encontrar algumas!

Vivemos em um ritmo intenso. Muitas coisas por fazer e uma energia que envolve a gente: pro bem e pro mal. Andando de taxi um dia desses, eu reparei como é fácil começar uma conversa reclamando de algo. Muito mais difícil é iniciar uma conversa comentando alguma coisa boa. Por exemplo: iniciar uma conversa falando "que belo dia" parece muito clichê.

Bom, ainda assim, no inverno frio e cinza de São Paulo, sinto falta de falar: que belo dia! Ainda bem que sei aproveitar bem o frio, me agasalhando, curtindo um filme em casa, com uma boa companhia. Não deixo de sentir falta do calor, mas aproveito o momento e curto outro tipo de calor: o calor humano!

Achar o lado positivo das coisas tem sido meu desafio diário - o trabalho invisível de um cultivador de alegrias. Deveria ser fácil, né? Para alguns é. Gostaria que fosse para mais pessoas, e quem sabe um dia eu me inclua no grupo dos otimistas. Hoje sou apenas mais um realista com um pé no otimismo.

Me perguntaram nos comentários se esse blog é sobre experiências minhas, e é justamente isso. É um blog pessoal onde divido idéias e coisas que vivi ou presenciei. Não sou um personagem ou tão pouco sou exatamente como me descrevo aqui, mas pode ter certeza que estou cultivando aqui algumas das minhas alegrias.

2 comentários:

Nem tudo é o que parece ser ... Só Poesias disse...

Como diz o Peter Pan : Tenha pensamentos felizes eles te levantam no ar rs..

Muitas alegrias saber cultiva-las para serem eternas e procura-las para sempre serem especiais após achadas.

Anônimo disse...

Eu sou o brilho dos teus olhos ao me olhar
Sou o teu sorriso ao ganhar um beijo meu
Eu sou teu corpo inteiro a se arrepiar
Quando em meus braços você se acolheu

Eu sou o teu segredo mais oculto
Teu desejo mais profundo, teu querer
Tua fome de prazer, sem disfarçar
Sou a fonte de alegria, sou o teu sonhar

Eu sou a tua sombra, eu sou teu guia
Sou teu luar em plena luz do dia
Sou tua pele, proteção, sou teu calor
Eu sou teu cheiro a perfumar o nosso amor

Eu sou tua saudade reprimida
Sou teu sangrar ao ver minha partida
Sou teu peito a apelar gritar de dor
Ao se ver ainda mais distante do meu amor

Sou teu ego, tua alma
Sou teu céu, o teu inferno, a tua calma
Eu sou teu tudo, sou teu nada
Sou apenas a tua amada
Eu sou teu mundo, sou teu poder
Sou tua vida, sou meu eu em você